Audi implantou 1000 showrooms VR em concessionárias pelo mundo
Audi lança mil showrooms VR pelo mundo.

Audi implantou 1000 showrooms VR em concessionárias pelo mundo

A fabricante de carros alemã, Audi, descobriu rapidamente o potencial da tecnologia de Realidade Virtual e tem experimentado usá-la para aprimorar a experiência na compra de um carro para os seus consumidores. Tendo introduzido showrooms em VR nas concessionárias em 2016, a companhia já possui mil showrooms com a tecnologia espalhados pelo mundo.

Em um discurso na VRX 2018, em São Francisco, o responsável pelo departamento de Business Innovation da Audi, Lorenz Schweiger, falou sobre o trabalho que vêm fazendo para trazer a Realidade Virtual para dentro das concessionárias.

Ele explicou que a companhia desenvolveu uma plataforma VR que simula um carro da marca com todos os seus detalhes. Os usuários colocam os óculos de Realidade Virtual e conseguem ver diferentes modelos da marca, em tamanho real, e tem a possibilidade de escolher cores e configurações diferentes.

A Audi mantém um alto padrão de experiência VR para seus consumidores, usando seus melhores modelos de veículos – desenvolvidos a partir dos processos de engenharia dos carros – para a base da plataforma. Por conter cada painel e cada parafuso do veículo, e suas configurações específicas, a experiencia se torna muito complexa para ser renderizada em tempo real para a visualização em Realidade Virtual, explicou Schweiger.

Com isso, a companhia desenvolveu um processo manual para a redução da complexidade dos modelos presentes na plataforma, até que eles puderam ser renderizados em tempo real em 90 FPS, como pedem os headsets VR mais modernos; o processo levou cerca de duas semanas para um único veículo.

Porém, converter cada linha de veículos que eram lançados a cada ano foi um ponto fraco na efetividade das instalações VR da companhia. Schweiger e seu time procuraram meios de automatizar o processo e otimizar os modelos até que pudessem ser renderizados em tempo real.

Algumas soluções, focadas na redução automática da complexidade geométrica dos modelos, resultaram em um sacrifício da qualidade visual dos produtos. Para manter a qualidade que já tinham, a Audi trabalhou em parceria com a 4D Pipeline  para desenvolver uma solução que diminuiria a complexidade dos modelos juntando pequenas peças individuais em peças maiores, reduzindo a GPU, mas mantendo os detalhes geométrico intactos.

E os resultados são impressionantes. Schweiger apresentou diversas capturas de tela e vídeos dos modelos otimizados – prontos para serem renderizados em VR 90 FPS – revelando uma aparência realista de luzes, reflexos e interações (como abrir e fechar as portas), tanto dentro como fora dos veículos.

A solução desenvolvida pela 4D Pipeline reduziu o processo manual que levava entre uma e duas semanas para apenas 20 minutos, disse Schweiger. O mesmo processo pode ser utilizado na companhia-mãe da Audi, a Volkswagen, pois a base de seus veículos tem a mesma estrutura.

Conforme a companhia continua a se desenvolver na área de Realidade Virtual para aprimorar a experiência de vendas aos seus clientes, a Audi também utiliza a tecnologia VR para vendas internas, treinamentos técnicos de funcionários e na produção automotiva.

WhatsApp chat
Close Panel