Departamento de Polícia de Nova Iorque usa a Location-Based VR para treinamento de tiro

Departamento de Polícia de Nova Iorque usa a Location-Based VR para treinamento de tiro

Quando se trata da Repartição Antiterrorista do Departamento de Polícia de Nova Iorque (NYPD), não há nada como estar superpreparado. Agora, com a ajuda de uma unidade de Location-Based VR, a NYPD está treinando centenas de oficiais em diferentes cenários que seriam impossíveis de serem recriados na vida real.

Durante um programa piloto de uma semana em Williamsburg, no Brooklyn, centenas de oficiais da NYPD foram submetidos a um treinamento em um location-based VR que os colocou em variados cenários realistas de active shooting; todos baseados em incidentes reais.

Desenvolvido pela V-Armed – empresa dedicada à criação de treinamentos de grande escala em 3D e Realidade Virtual – o simulador recria vários cenários realistas de tiroteio e sequestro nos quais os oficiais devem dominar um sujeito sem comprometer a vida de nenhum civil.

“Você consegue mudar as situações. Você não precisa de muito espaço. Por isso estamos com um olhar positivo,” disse o Chefe do Departamento Antiterrorista da NYPD John O’Connell, para a ABC7.

“Conseguimos explorar mais cenários, em menos tempo…você fica completamente imerso. O coração bate forte, é muito realista,” complementa o Oficial Antiterrorista da NYPD John Schoppmann.

O programa oferece recursos para acompanhar e contabilizar o progresso dos oficiais participantes, sua precisão e o caminho de cada bala que disparam, além da qualidade da negociação com os criminosos. Supervisores monitoram o treinamento durante a simulação usando um software para trackear todos os movimentos dos policiais.

“Tudo o que estamos fazendo no mundo virtual é gravado e usado para coletar estatísticas,” afirma o fundador da V-Armed, Ezra Krausz. “Então, uma vez que temos cem pessoas fazendo a mesma coisa, podemos tirar conclusões disso.”

“Praticamente todos os cenários que foram desenvolvidos aqui e que usamos durante a semana como pilotos são baseados em incidentes reais,” diz o instrutor Kevin Burd.

Usando um sistema de drag-and-drop, os usuários podem popular as cenas com uma variedade de inimigos e civis, como pessoas assustadas, aguem distraído filmando a situação e até alguém armado que atira ao ver um oficial.

Como a Realidade Virtual location-based está se popularizando, não há duvidas que veremos mais departamentos legais abraçando a tecnologia imersiva como uma solução de treinamento para seus funcionários.

Você quer desenvolver seu projeto em Realidade Virtual? Entre em contato com a gente pelo site agenciacasamais.com.br ou pelo telefone: (11) 3467 – 1985.

WhatsApp chat
Close Panel