Jovens transgêneros constroem um mundo “IDEAL” com Realidade Virtual

Jovens transgêneros constroem um mundo “IDEAL” com Realidade Virtual

As pessoas transgênero nunca estiveram tão em pauta como ultimamente, embora elas existam há séculos e sempre foram abordadas de diferentes formas na história da humanidade, mas você sabe o que o termo significa e pelo o que realmente passam as pessoas trans?

Estas pessoas não se identificam com o seu sexo de origem, diferente das pessoas Cisgênero, as quais nunca questionaram o gênero ou corpo em que nasceram.  Uma das queixas mais comuns entre pressoas trans no período antes da transição é “estou no corpo errado”. Esses indivíduos se sentem pertencentes ao gênero oposto ao de seus corpos, e sofrem um desconforto persistente em relação ao próprio sexo durante esse período. Também existem, as pessoas que não se identificam necessariamente dentro de um único espectro de gênero, não se identificando como pertencente nem apenas do sexo feminino, nem quanto só do masculino, possuindo então um gênero não-binário.

Com toda essa extensão do conceito de gênero que vem sendo discutida hoje em dia, a melhor maneira de respeitar a identidade de cada um é perguntar para a pessoa como ela se autodenomina.

Salientando toda essa ideia e pregando o respeito e igualdade entre as pessoas, o documentário VR Creative Futures surgiu com o intuito de trazer clareza e expor as dificuldades que acompanham três jovens trans, que enquanto discutem questões voltadas ao seu futuro, projetam um cenário ideal para viverem bem em sociedade.

Utilizando a ferramenta do Google, Tilt Brush, o documentário acompanha o grupo de usuários iniciantes em Realidade Virtual, ao tentar projetar suas esperanças, sonhos e medos em relação ao futuro das pessoas transexuais.

Usando um sistema complexo de quatro computadores de alto desempenho e um estágio de captura de realidade mista, a equipe conseguiu capturar o grupo de criadores em tempo real, enquanto projetavam suas artes e ideias. Uma experiência complementar de 360 ​​graus construída com o Unity e o Poly toolkit dá aos usuários uma melhor compreensão do significado por trás da arte, à medida que cada artista faz um tour personalizado em 360 graus de suas respectivas peças.

O filme recebeu patrocínio de US$ 40.000,00 dólares e está disponível no Youtube dos desenvolvedores Storyhive.

Legal né? Você acredita que a Realidade Virtual pode auxiliar em mais questões sociais como essa?

WhatsApp chat
Close Panel