UM TOQUE DIGITAL NO MUNDO REAL

AR, a ponte para o futuro visto nos filmes de ficção científica.

A Realidade Aumentada (ou AR, de Augmented Reality) é tendência do mundo moderno, cada vez mais têm surgido aplicações móveis utilizando a tecnologia. Com ela os usuários podem explorar o mundo real complementando com informações virtuais, gerando uma ótima oportunidade de interação com sua marca ou produto.

Diferente da Realidade Virtual, que cria um ambiente totalmente artificial, a realidade aumentada usa o ambiente existente e incluí novas informações digitais nesse espaço real.

A aplicação mais comum da tecnologia promove a interação entre um dispositivo virtual (celular, tablet, computador ou mesmo um televisor) com elementos estáticos que ativam o dispositivo, seja por QR Code ou qualquer outra imagem pré-estabelecida que inicie uma animação virtual. É possível a criação de menus especiais e objetos digitais, que inclusive possibilitam a interação com o mundo real, fomentando o diálogo e ampliando a experiência do usuário com a marca.

As diferenças entre Realidade Virtual e Realidade Aumentada

Podemos dizer que a Realidade Virtual seria como entrar em um mundo dos sonhos. Por sua vez, a tecnologia permite incluir dentro da realidade objetos do mundo dos sonhos.

A Realidade Virtual aborda exclusivamente o mundo digital. Quando as imagens e sons ao seu redor são substituídos por conteúdo virtual, gerados e geridos por computador. A Realidade Aumentada é mais complexa, o objetivo é que o usuário veja os elementos do mundo real e consiga inserir objetos digitais no seu cotidiano. Ou seja, o usuário continua vendo o mundo real e complementa com alguns elementos virtuais.

Logo, na Realidade Aumentada, a ideia é aumentar a realidade com informações adicionais devidamente alinhadas com a visão do usuário.

Ativação utilizando a Realidade Aumentada

Apesar da Realidade Aumentada existir há anos, só foi com a presença de GPS, câmera e capacidade AR nos smartphones Android e IOS que a tecnologia ganhou maior destaque entre os usuários finais. Confira como ocorre o processo de ativação:

01

Apontar

Apontar

O usuário aponta a câmera do seu dispositivo para fazer a leitura de algum objeto e captar as informações que estão disponíveis.

02

Escanear

Escanear

O dispositivo interpreta o objeto mandando as imagens, em tempo real, fazendo uma interpretação de acordo com objeto

03

Visualizar

Visualizar

O dispositivo de saída exibe o objeto virtual em sobreposição ao real, como se fossem uma coisa só. Tudo em segundos.
Os usos mais comuns do AR são em smartphones e tablets, mas também pode ser usado em headsets AR, como o Hololens. Apesar desse último ser considerado um headset de Mixed Reality, a ideia é a inserção de objetos virtuais no mundo real, que é um conceito da Realidade Aumentada. Atuamos na elaboração dos objetos virtuais animados e na produção de softwares para leituras dos objetos reais e estáticos que serão convertidos para os visores dos dispositivos eletrônicos. Nós da agência Casa Mais contamos com um estúdio de criação digital e especialistas com expertise para produzir todo esse conteúdo AR para sua marca. Tradicionalmente conhecida como uma agência full service, nossas ativações contam com soluções completas, como a produção gráfica de painéis, totens, locação de dispositivos eletrônicos e treinamento de uma equipe qualificada com conhecimento sobre a tecnologia para a realização efetiva de sua campanha.

Possibilidades para sua marca

A Realidade Aumentada não tem limite de aplicações. Embora a tecnologia ainda esteja em fase de amadurecimento, inúmeras aplicações podem ser realizadas e são desenvolvidas de acordo com a necessidade e criatividade dos clientes. Hoje, ela já é utilizada em setores como o de entretenimento, medicina, indústria e publicidade, por exemplo.

Alguns dos exemplos mais promissores de ativações AR são os de campanhas publicitárias, um caso de sucesso, foi numa parada de ônibus feita pela Pepsi, onde uma “parede de invisível” criava interações inusitadas enquanto as pessoas aguardavam pelo seu transporte:

Alguns bons exemplos disso, são “Objetos 3D de produtos”que podem ser sobrepostos ao objetos reais, os explorando de forma criativa, tanto para instruções detalhadas de uso, quanto para reforçar seus atributos com animações mais lúdicas.

Outro exemplo, são os “Vídeos Institucionais em AR”, que podem trazer suas mídias digitais para seu produto no PDV, além da oportunidade de explorar interações no seu próprio cartão de visitas.

Ou então os games de Realidade Aumentada, que vem se popularizando muito, como o caso do Pokemon Go.Um exemplo é o game que desenvolvemos para a instituição social GRAACC, onde ao aproximar dois marcadores visuais, o vilão e o mocinho se materializam e interagem entre sí.

Em uma ação AR criada para o Serasa Experian, existia um painel com dados totalmente embaralhados, onde ao apontar a câmera de um tablet com uma aplicação criada por nós da agência Casa Mais, os dados eram decifrados junto com uma narrativa, realçando a importância do seu produto ao lidar com os dados.

Outra possibilidade é dar vida a imagens estáticas e fotografias, bem ao estilo Harry Potter de fotos vivas, é possível que uma imagem seja escaneada, reconhecida e então ganhe vida com uma animação personalizada e áudio binaural que posiciona o espectador no centro da ação. Isso pode ser aplicado inclusive em obras de arte.

Como puderam notar as oportunidades de uso do AR são infinitas. Seguem alguns dos projetos que já desenvolvemos para alguns clientes.

Varejo

Uso de aplicativo AR que utiliza o cartão da instituição para mostrar descontos disponíveis para os clientes.

Websites

Uso de Realidade Aumentada em site de empresas para mostrar suas novidades.

Treinamentos

Manuais de instrução podem ser feitos em Realidade Aumentada,receitas de bolo, instrução de como preparar uma pipoca, tudo isso de forma animada, didática e inovadora.

Games

Jogos em AR, ao estilo Pokemon Go, para divulgar os produtos de uma marca

Museus

Já pensou que uma obra de arte pode ganhar mais vida? Imagine ela interagindo com o expectador de forma animada.

Como a Realidade Aumentada ainda está em processo de crescimento no mercado brasileiro, muitas ideias estão em processo de desenvolvimento. Você tem interesse em criar sua própria aplicação utilizando essa tecnologia. Qual seria a sua criação? Como você gostaria que ela fosse usada e que tipo de objeto apareceria para o usuário?

Fale conosco que nós da Casa Mais poderemos te ajudar!

Realidade Virtual

UM TOQUE DIGITAL NO MUNDO REAL

Close Panel